Cotidiano, Generalidades

Foco: aumente a sua produtividade sem precisar de mais tempo

tempo

Pare um pouco e pense: quantas distrações temos durante o dia? Redes sociais, joguinhos no smartphone, vídeos no Youtube… Essas são aquelas que podemos controlar.

Temos também as “variáveis”: o telefone que toca, vendedores esbugalhando a campainha, o cachorro que late…

E ainda temos as “inconscientes”: a vontade de ir assaltar a geladeira mesmo sem ter fome (ou a máquina de café nas empresas), de ver TV, jogar videogame, dormir…

Enfim, as distrações abundam. Esse verbo “abundar” me lembrou de outra distração fortíssima, mas deixa pra lá.

Então as 8, 10, 12 horas que passamos nas nossas atividades profissionais, não são bem assim, certo?

O foco deve estar nas soluções

Desde que comecei a trabalhar, nunca gostei de dar valor/hora, sempre prefiro precificar pela solução desenvolvida. Afinal, é o que importa certo?

Fica mais justo para todos os envolvidos e dá para se programar melhor: o cliente sabe quanto vai pagar e nós, quanto iremos receber. Essa postura também diminui também aquela má prática: “vou enrolar a entrega para receber mais”.

O tempo serve para definir prazos e gerar cronogramas.

Agora voltemos à produtividade. Não existe receita de bolo. Cada um deve descobrir o que funciona melhor segundo o seu perfil profissional. Tenho um amigo que consegue produzir com alta eficiência mesmo com som no talo, TV passando futebol e afins. Tudo ligado ao mesmo tempo.

Eu já prefiro me “offlinezar”. Por exemplo:se vou escrever um artigo, fico off por meia hora, desligo tudo, e-mails, redes sociais, tudo mesmo. E escrevo.

Se não fizesse isso, demoraria o dobro ou até mesmo o triplo do tempo. Viu como é mais justo cobrar por solução, não por valor/hora?

Faço isso também ao escrever os meus livros e para produzir conteúdos para os clientes. Foco a minha atenção e cumpro a tarefa da vez.

Assim, consigo administrar melhor o meu dia. E não deixo de fazer o que gosto. Consigo, assim, perder um pouco de tempo com bobagens, porque ninguém é de ferro, certo?

E você, como trabalha a gestão do tempo? Compartilha com a gente!

Até mais

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *