Roteirista e escritor de fantasias históricas, antigas e medievais.

Confira a lista dos projetos publicados em quadrinhos e literatura.

Viva com honra, lute com bravura e morra empunhando a sua arma!

Noite em Valhala

Esse quadrinho narra de forma crua uma batalha em algum lugar do território que viria se tornar a Escócia. Lute com bravura. Ataque seus inimigos com fúria e com um sorriso no rosto!

Ano de publicação: 2018

Berserker

Acompanhe a trajetória daqueles que se tornarão lendas, desbravando territórios hostis e indo aonde nem os mais ousados chegaram. Por Odin!

Ano de publicação: 2018

Quer conhecer mais? Acesse: sagavikings.com.br

Não se perca nas sombras. Há um mal antigo que vive lá.

A Teia Escarlate é o primeiro projeto expandindo o universo da pentalogia Tempos de Sangue, que rasga o véu de toda sujeira, perversidade e luxúria escondidas pela Igreja Católica durante a Idade Média. E mostra como Divindades Antigas criaram imortais que vivem do líquido rubro que corre nas veias humanas.

Enrede-se nos fios dessa teia, uma história em quadrinhos escrita por Raphael Fernandes e ilustrada por Clayton InLoco e Daniel Canedo, com capa de Ioannis Fiore. E entre as sombras de cada uma dessas narrativas aprecie contos escritos por Eduardo Kasse, o criador da série Tempos de Sangue.

Ano de publicação: 2017

O mundo se tornou o seu palco. Homens, mulheres, nobres ou religiosos, não importa: sempre haverá um rastro de sangue após as cortinas baixarem

No primeiro livro da Série Tempos de Sangue, conheça a história de Harold Stonecross, filho de um nobre inglês que se tornou um imortal. Viaje pelos vilarejos, bosques e caminhos da Inglaterra, Irlanda e França dos séculos X e XI.

Livro 1 – Ano de publicação: 2012

Uns dizem que fui amaldiçoado, outros que ganhei uma nova vida fascinante. A única certeza é: essa terrível sede só pode ser saciada com sangue

No segundo livro da Série Tempos de Sangue, conheça a história de Alessio di Ettore, um camponês cristão, que trabalhava que trabalhava em um vinhedo de um mosteiro e, por estar no lugar errado no momento errado, tornou-se um imortal sedento de sangue.

Livro 2 – Ano de publicação: 2013

 Eu busco o prazer, o sangue e a satisfação. Há aqueles que desejam somente a redenção e o fim da culpa e do sofrimento. E entre nós se arrastam guerras eternas

A guerra é inevitável.

A Igreja e a nobreza nunca aceitarão as ameaças de um poder imemorial, inenarrável, antigo como o próprio tempo. Lutarão para extirpar o mal da terra. Conseguirão?

Livro 3 – Ano de publicação: 2014

Doença, sofrimento e morte. Com a peste negra assolando a Europa, os poderosos da Igreja e da nobreza têm de encontrar alguém para acusar, fazendo o povo odiar um mal em comum. Só assim conseguirão manter o controle. E claro, os culpados sempre são os demônios. Os culpados somos nós

Nem com o passar dos séculos a dor, a mágoa, o ódio cessam completamente. Acompanhe a jornada dos imortais e dos humanos que tentam sobreviver num mundo doente. Em todos os aspectos.

Livro 4 – Ano de publicação: 2015

Quando se é imortal, o tempo perde o sentido. Anos, décadas e séculos são indiferentes. Ah, mas como somos tolos! Em nossa arrogância, inebriados pelo poder, não percebemos que nem a longevidade traz a plena sabedoria. E os deuses? Conheceriam eles a verdade do destino?

Depois de séculos de existência, Harold Stonecross busca o novo numa Europa que fervilha com as mudanças, com o descobrimento de outras terras.

Encontrará?

Livro 5 (final) – Ano de publicação: 2016

Quer conhecer mais? Acesse: temposdesangue.com.br

Organização e participação em coletâneas

Uma viagem à época onde mora a fantasia

Leia nove contos que abordam a Era Medieval na Europa e na Ásia, trazendo personagens reais, fatos históricos verdadeiros e mitologias de diversos povos.

Ano de publicação: 2016

A magia de criar a fantasia

Conjure seus encantamentos, fortaleça o seu espírito e prepare-se, pois a Porta da Verdade está nas páginas deste livro. Cabe a você abri-la.

Ano de publicação: 2017

Uma homenagem à fantasia medieval e aos heróis que nunca morrem

O mito arturiano é eterno. Conheça as releituras que as autoras e os autores fizeram das lendas do graal, da espada mágica e do personagem que sempre estará no imaginário dos leitores.

Ano de publicação: 2013

Lute com honra. Em guarda. Comece o duelo!

Confira 18 contos de autoras e autores diferentes que abordaram esse tema que cativa tanto os leitores. Leia histórias no Japão feudal, na nossa sociedade contemporânea, em um futuro distópico e mesmo em outro planeta!

Ano de publicação: 2015

É hora de começar a viagem. Prepare-se para uma aventura inesquecível da primeira à última linha, nessa coleção que já é referência do que há de melhor na literatura fantástica nacional

Neste quinto volume da coleção Imaginários da Editora Draco, organizado por Erick Santos Cardoso, os autores Jim Anotsu, Alícia Azevedo, Eduardo Kasse, Lucas Rocha, Hugo Vera, Dennis Vinicius, Pedro Vieira, Alliah, Renan Barcellos e Bruno Nunes Ribeiro representam a nova geração e criam mundos incríveis em ótimas histórias de fantasia, ficção científica e terror.

Exclusivos em e-book

Conto da Série Tempos de Sangue. Não há vencedores numa guerra: a dor e o sofrimento permanecem mesmo depois que as batalhas acabam. Essa é a história de como as trevas dominaram Amalina, uma jovem esforçada e de bom coração, na época em que a França começava a ser delineada.
Conto da Série Tempos de Sangue. O que você daria para ser imortal? Diodoros, o ateniense, nascido na Grécia antiga, sempre foi cobiçado por homens e mulheres durante a sua curta vida mortal. E quando alcançou a eternidade passou a ser venerado como um deus. Um deus das trevas.
Conto da Série Tempos de Sangue. Em uma época em que os filhos dos Deuses guerreavam pela disputa do trono de Yamato – que viria a ser conhecido como o Japão –, um sábio conselheiro do imperador Jimmu, descendente de Amaterasu, Deusa do Sol, abraça as trevas e conquista a imortalidade.
Conto da Série Tempos de Sangue. Houve um tempo em que os homens acreditavam nos deuses e clamavam por vingança contra os invasores. E, em um momento da sua jornada, quando a fé e a esperança se esvaiam pelos golpes e ferimentos sofridos, os deuses atenderam as súplicas, os sacrifícios e quando a noite se adensou, uma serva leal e rainha por direito enfrentou os romanos.
Cansado de prazeres vazios, o imortal Diodoros de Atenas está em busca de novas emoções. É quando se depara com o capitão fenício Balthazar de Tiro e seu fiel escravo Lísias. Onde esse encontro pode levar? Este conto reúne um personagem da série Tempos de Sangue, de Eduardo Kasse, e a dupla de viajantes do tempo criada por Ana Lúcia Merege, autora da série Athelgard, que agora se aventura pelas águas do Mediterrâneo – com muito humor, ação e aventura.
Archie sempre foi um contador de histórias falastrão. Sua língua grande e solta o fez prometer algo que nunca poderia cumprir. E o pior: apostou com um dos homens mais poderosos da Escócia seus bens mais preciosos. Os bagos!

Conto que faz parte da antologia Samurais x Ninjas.

Takeru aprendeu desde cedo respeitar os mais velhos e as tradições. Em um momento de luto pela morte do pai, um respeitado samurai, ele tem uma grande provação: tornar-se digno dos seus antepassados.

Conto da antologia Excalibur – histórias de reis, magos e távolas redondas de Eduardo Kasse, autor da série Tempos de Sangue. A guerra era constante e moldou a Britannia. Sangue e suor fizeram parte da alquimia da ilha de desde os primeiros anos da colonização humana. E no século VI – uma data “provável” para a existência de Artur – as batalhas estavam cada vez mais ferozes. A vida e a morte, a escravidão e a liberdade dos povos eram decididos nas paredes de escudos.

A guerra molda as pessoas. E quatro jovens vão para o campo de batalha sem experiências, mas com muitas esperanças e ilusões. Munidos de espadas enferrujadas e da insolência da tenra idade, querem conquistar glórias e algum butim. Conheça a história de Edan, Burt, Ricard e Edulf e de quando eles lutaram ao lado das tropas do Rei Henrique III.
Depois do Fim é um tour pelas terras inóspitas das distopias, pela aventura constante e o humor amargo de quando o que está em jogo é a nossa sobrevivência. Após levar os leitores a visitarem cidades fantásticas na coletânea Fantasias Urbanas, Eric Novello reúne oito novos autores que tinham como armas de batalha a qualidade, a criatividade e o entretenimento. Blanxe, Nazarethe Fonseca, Cirilo S. Lemos, Eduardo Kasse, Diogo de Souza, Gerson Lodi-Ribeiro, Marcelo A. Galvão e Alliah, que participa também com uma narrativa visual.