O prazer da morte

Não se assuste, a minha mordida é deliciosa!

Olhei profundamente nos seus olhos esmeraldas e minha alma serenou. Minha Liádan havia retornado. E iria me salvar.

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email